Pedro deve disputar mais uma vez presidência da Câmara

Data: 31/12/2012 | Hora: 11:28 | Por: Leonardo Rodrigo


Nem bem assumem e os vereadores, que serão empossados nesta terça (1), terão que escolher a nova composição da mesa diretora da Câmara Municipal do Moreno. A vaga até então é ocupada por Pedro Mesquita (PMDB) há dois mandatos. Cada um dura dois anos.

Pedro deverá disputar novamente a cadeira. Quem será seu adversário é que é uma grande interrogação. Provavelmente os aliados do prefeito eleito Dilsinho Gomes deverá lançar uma chapa. E ainda poderá ter espaço para espaço para uma terceira via, aquela dos parlamentares que não concordam com as duas primeiras opções.

A frente da casa legislativa há quatro anos, Pedro Mesquita colecionou algumas polemicas durante esse período. Os próprios colegas vereadores reclamavam que ele não repassava informações simples como a relação da folha de pagamento da casa. Nesse mesmo período ainda explodiu as denúncias de funcionários fantasmas na Câmara.

Foi criada uma Comissão Parlamentar de Inquérito (CPI) para apurar o caso. Mas após quatro meses de trabalho, a comissão apurou apenas que foi um erro de digitação da empresa responsável pelas informações trabalhistas.

A relação de Pedro com a imprensa local também teve seus altos e baixos. Em muitos momentos ele demonstrou se sentir incomodado com a cobertura dos acontecimentos no legislativo. O pessoal da rádio web MorenoPE.com, que cobria as reuniões da Câmara, nos últimos meses encontrou dificuldades para realizar seus trabalhos por conta do atual presidente, que impôs restrições no acesso as informações.

Mesmo sem ter o quadro de chapas definido, a disputa nesta terça deverá ser acirrada. O importante é que no minimo o presidente eleito preze pelo menos pela transparência, um importante instrumento para que a população possa acompanhar melhor as ações do legislativo municipal, que como dizem, é a casa do povo.
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.