Projeto de Lei causa polemica por aumentar subsídios

Data: 07/01/2013 | Hora: 21:29 | Por: Leonardo Rodrigo


Um grupo de manifestantes estiveram em frente a Câmara Municipal do Moreno na manhã desta segunda, dia 7, para acompanhar a reunião extraordinária que iria apreciar projetos do legislativo. Iria por que, por uma questão de ordem levantada pelo vereador Pedro Mesquita (PMDB), foi adiada. A pauta em questão é um Projeto de Lei da mesa diretora que reajusta os subsídios do prefeito, vice e secretários municipais.

De acordo com o texto, os novos valores seriam: R$ 18 mil (prefeito), R$ 12 mil (vice) e R$ 8 mil (secretários). Em dezembro, os vereadores da legislatura passada aprovaram o aumento do salários da classe, que passou a ser de R$ 8 mil. Com o adiamento da reunião, os manifestantes foram para a sede da prefeitura. Uma comissão foi recebida pelo prefeito Adilson Gomes Filho (PSB).

De acordo com o gestor, o encontro serviu para esclarecer algumas informações que estavam sendo propagadas de forma equivocadas. Sobre o projeto da Câmara ele assegurou que só poderá se pronunciar assim que receber o documento do legislativo, e, que analisá-lo com a razão.
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.