Praça inaugurada sob forte chuva

Data: 28/06/2008 | Hora: 13:28 | Por: Leonardo Rodrigo


Depois de pouco mais de meses de obras, a Praça da Bandeira, a principal da cidade, foi reinaugurada na noite da última sexta-feira (27/06). Choveu muito durante a solenidade, o que acabou estragando um pouco a festa. Mesmo assim, vários políticos da cidade e uma deputada estadual marcaram presença. O número de populares estava em torno de 300 pessoas.

A Praça da Bandeira foi fechada no final de mês de março, e a partir daí começou uma grande discussão na cidade sobre a reforma. Até uma ação popular foi impetrada solicitando o embargo das obras. Além disso, alguns acusaram a prefeitura de querer alterar o traçado original da praça e de derrubar a vegetação local, como um antigo pinheiro. Apesar de tudo, a reforma foi concluída sem nenhum problema.

Na verdade, a praça estava precisando de ampla reforma há muito tempo. A última intervenção no local foi durante a gestão do prefeito Jorge Soares, em 1993. De lá pra cá nada mais foi feito. Apenas concertos de emergência. O local já estava sofrendo com falhas no sistema elétrico e estrutural.

Segundo dados da prefeitura a reforma custou R$ 140 mil ao município. A praça recebeu novo piso, bancos e sistema de iluminação. O coreto foi recuperado e recebeu guarda-corpo de madeira, como era antigamente. Logo atrás foi construído um espaço para pequenos eventos, tipo anfiteatro. As cercas de ferro foram trocadas por arbustos. E a novidade foi a fonte. Construída bem em frente ao Banco do Brasil. Logo após a solenidade teve show com a banda Brucelose no pátio de eventos.

O trabalho ficou bom, agora, o principal desafio será preservar essa nova praça. Principalmente em época de grande eventos como o carnaval.

Trânsito complicado

Uma outra obra que iria servir muito bem aos morenenses seria a construção de vias alternativas às avenidas Sofronio Portela e Cleto Campelo. Como sempre acontece em festas que precisam fechar essas avenidas, o trânsito fica complicado. Principalmente para os coletivos, que em certas ocasiões deixam os passageiros nas proximidades da Maternidade. Muitos terminam subindo para o centro da cidade a pé.

Nesta sexta, além da inauguração da praça e do show no pátio de eventos que interditaram a avenida, um incidente terminou complicando ainda mais a volta pra casa de dezenas de pessoas. Uma carreta quebrou ao tentar fazer uma manobra e terminou fechando os dois sentidos da Cleto Campelo, na altura do antigo Clube João Pessoa. A partir dali pra chegar em casa só a pé e embaixo de chuva.

Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.