Paixão de Cristo: Moreno aposta no talento feminino

Data: 24/03/2009 | Hora: 20:01 | Por: Assessoria de Imprensa da Prefeitura


Um espetáculo que vai dar voz a mulheres marcantes da Bíblia. Esse é um dos trunfos que o diretor da Paixão de Cristo do Moreno, Roberto Oliveira, irá usar para conferir um toque próprio à encenação que será montada de 8 a 11 de abril numa praça multi-uso, construída no centro da cidade, localizada a apenas 28 quilômetros do Recife.

“Nas paixões, praticamente só os homens têm destaque. Na maioria das encenações, apenas Maria e Maria Madalena têm textos. A nossa peça é diferente porque dá mais visibilidade a mulheres como as irmãs de Lázaro, a adúltera, as carpideiras e até integrantes anônimas do povo. Queremos mostrar ao público que a mulher teve um papel fundamental na revelação de Cristo, dedicando cenas inteiras em que figuras femininas são o centro da atenção”, explica o diretor.

Um exemplo do que o diretor afirma, é a cena da Ressurreição, uma das que mais emocionam o público,. O trecho conta com um aspecto inusitado: carpideiras entoam os versículos dos famosos salmos 90 e 91, nos quais a proteção de Deus é reverenciada. Outra passagem em que as vozes femininas destacam-se acontece quando Marta e Maria, irmãs de Lázaro, comentam o fato de que Jesus poderia ressuscitar o irmão.

“Sem a presença da mulher, muitos dos aspectos históricos da época de Jesus se perderiam para o público. Nossos papéis femininos mostram que, apesar de toda a opressão masculina, as mulheres exerceram uma presença marcante na naquela sociedade que testemunhou a vinda do Filho de Deus”, comenta a atriz Renata Phaelante, que interpretará pela terceira vez a mãe de Cristo.

Outra cena carregada de simbologia é o diálogo entre a Maria e Maria Madalena. O encontro acontece à beira de um poço. A prostituta fala do seu desejo de purificar seus pecados, mas acha-se indigna em receber a atenção de Jesus. A mãe do Cristo a convence em buscar a redenção. “Para mim esse papel representa toda a força feminina na superação dos estigmas que recaem sobre a mulher”, afirma Paloma Almeida, atriz que dá vida à Maria Madalena do espetáculo de Moreno.

multi-uso garante visibilidade ao público

Encenada no centro da cidade, a Paixão de Cristo do Moreno espera atrair em sua terceira edição um público de 40 mil espectadores, em quatro noites de exibição gratuita, de 8 a 11 de abril. Uma das marcas é o local do evento: uma praça cenográfica multi-uso, construída numa colina, à margem da avenida Sofrônio Portela, a principal do município. O espaço dá visibilidade total ao público, porque permite que as cenas ocorram sempre num plano elevado em relação aos espectadores.

A praça foi construída em 2008 para receber a segunda edição da Paixão de Cristo do Moreno. O objetivo da obra foi permitir a utilização cênica de uma barreira localizada no centro da cidade. Nela, foram edificados muro de arrimo, pisos, palcos e jardim que permitem conforto e segurança para atores e equipe de produção. A vantagem é que o local pode ser utilizado tanto para espetáculos, quanto para uso cotidiano da população. Passada a Paixão de Cristo, o logradouro volta a receber bancos e postes de iluminação e as pessoas poderão freqüentá-la como ponto de lazer. Em dezembro, outro espetáculo teatral, o Auto de Nascimento do Menino Jesus, foi encenado gratuitamente na praça.

A Paixão de Cristo do Moreno terá nove cenários. Dos 120 atores e figurantes, apenas 15 não são de Moreno. O elenco foi recrutado na própria cidade e é formado em sua grande maioria por pessoas comuns como estudantes, professores, donas-de-casa, funcionários públicos e profissionais liberais.

A realização será da Prefeitura Municipal do Moreno, com produção da Capibaribe Produções e Eventos. A direção é de Roberto Oliveira e o papel de Jesus será dado ao ator Lano de Lins, que interpreta o Cristo desde a primeira edição, em 2007.

Serviço:

Paixão de Cristo do Moreno, PE
De 8 a 11 de abril, às 20h
Local: Praça da Paixão, Av. Sofrônio Portela, Centro
Espetáculo gratuito

Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.