Sinpremo divulga nota sobre educação

Data: 31/03/2011 | Hora: 12:33 | Por: Leonardo Rodrigo


O Sindicato dos Professores do Moreno (Sinpremo) divulgou uma nota na manhã da quarta (30) sobre a situação de alguns profissionais da educação na cidade. Segundo o sindicato, professores estariam impedidos de trabalhar pois a Prefeitura não teria recarregado o cartão do VEM em março.

Alguns deles moram em outras cidades e dependem do cartão para custear o transporte. A nota ainda afirma que o desconto de R$ 80 referente a recarga foi feito no último contracheque. O Sinpremo pediu a compreensão dos pais já que alguns alunos não estão tendo aula devido ao problema.

Outro assunto abordado no texto foi a questão do transporte dos estudantes. Alunos da rede pública estão sem poder vir para a escola desde o dia 28 de março. Nessa data, os proprietário dos ônibus que prestam o serviço decidiram cruzar os braços. Segundo eles, devido ao atraso no pagamento da PMM.

O assunto chegou ao plenário da Câmara Municipal na manhã desta quinta (31), durante a reunião ordinária da casa. Os vereadores se juntaram ao coro do sindicato com mais denúncias. A mais grave, de acordo com os parlamentares, é a questão do encerramento do EJA (Educação de Jovens e Adultos) na Escola Sevy Rocha.

O fato teria pego todos de surpresa, já que a decisão teria partido da secretaria de educação e dado apenas uma semana para que esses estudantes fossem deslocados para outras escolas. Os vereadores mostraram descontentamento com o atual secretário, Ericson Barros. Ele já teria sido convocado pela Câmara, para esclarecer fatos sobre a pasta que ocupa, mas nunca teria comparecido.

Uma nova convocação deverá ser feita nos próximo dias ao secretário, para que essas e outras questões possam ser esclarecidas. Já o Sinpremo vai divulgar um relatório nos próximos dias sobre a situação da educação e aplicação dos recursos na cidade.
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.