Prefeito cobra solução da Compesa

Data: 05/05/2011 | Hora: 19:39 | Por: Assessoria de Imprensa da Prefeitura


Na manhã desta quinta-feira, 5 de maio, o prefeito Edvard Bernardo recebeu em seu gabinete dois representantes da Compesa. O chefe do Executivo municipal cobrou explicações e soluções quanto às constantes e prolongadas paralisações no abastecimento d’água em plena época de chuvas em Moreno e Bonança. A reunião foi acompanhada por secretários municipais e comitiva de vereadores.

A gerente da regional oeste da Compesa Patrícia Torquato, acompanhada pelo coordenador regional Marcelo Morais, explicou que a infra-estrutura da estação de captação e tratamento à margem do rio Jaboatão é a responsável pelas reiteradas paralisações no abastecimento. Segundo ela, há necessidade de novas bombas, pois as atuais não funcionam submersas. E como em época de chuvas acontecem inundações na unidade, torna-se necessário desligar as bombas e interromper o fornecimento à população.

Além disso, o atual equipamento de captação da água do rio não tem proteção suficiente contra detritos, obrigando também paralisações constantes em épocas chuvosas, já que aumenta o fluxo de sujeira no rio como garrafas pet e sacolas plásticas.

De acordo com a gerente, uma solução possível seria a instalação de novas bombas submersíveis e de uma nova proteção mais eficiente na captação. No entanto, as medidas acarretam outras necessidades e custos adicionais como a mudança da estrutura elétrica e a reavaliação de tubulações. A representante da Compesa afirmou não ser ainda possível estipular um prazo para as medidas.

QUEIXAS – O prefeito Edvard Bernardo expôs sua preocupação quanto a uma resposta rápida da Compesa. “É inaceitável que uma solução não tenha sido ainda tomada pela Compesa, pois os problemas da estação do rio Jaboatão são os mesmos desde a década de 90, só que agora alcançaram um nível insuportável”, queixou-se o prefeito.

Após a reunião, o Chefe do Executivo Municipal enviou ofício à superintendência da Compesa no qual solicitou prazos para medidas efetivas contra os problemas, já que os representantes presentes ao encontro não souberam precisar datas para solucionar as deficiências na infra-estrutura da companhia em Moreno.

Já Marcelo Bruno, um dos vereadores presentes, afirmou durante a reunião: “Nós, os vereadores, já nos reunimos cerca de 15 vezes nos últimos anos com representantes da Compesa e sempre são alegados os mesmos problemas, mas as providências nunca são tomadas. É inaceitável que a Compesa em pleno século 21 não consiga instalar bombas submersíveis numa unidade de captação e tratamento”.

Os vereadores aproveitaram a presença dos representantes da Compesa para enviar ofício ao superintendente da companhia, convidando-o para participar de audiência pública sobre o problema na Câmara Municipal ainda neste mês de maio.

RETORNO – Segundo a gerente da Compesa Patrícia Torquato, o abastecimento de água em Bonança já foi retormado e o de Moreno deve começar a ser normalizado ainda nesta quinta. No entanto, se voltar a chover forte e o nível do rio Jaboatão tornar a subir, o fornecimento será novamente interrompido. Ela também informou que dois caminhões-pipas serão enviados para ajudar no suporte a áreas prioritárias.
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.