Moreno é contemplado com projeto de abastecimento

Data: 12/07/2011 | Hora: 14:24 | Por: Folha de Pernambuco


A Compesa elaborou um plano de ação com o objetivo de otimizar o sistema de abastecimento de água da cidade de Moreno, na Região Metropolitana do Recife. Uma das obras, orçada em R$ 45 milhões, é para a implantação de 27 km de adutora, saindo da Barragem de Tapacurá, com capacidade para transportar até 300 litros de água por segundo.

A companhia elaborou também um termo de referência para a contratação de projeto que visa ampliar o sistema produtor de Moreno, a partir da Barragem do Rio Jaboatão, ainda a ser construída. Localidades da cidade que enfrentam problemas de abastecimento, geralmente em decorrência do relevo acentuado, também estão sendo priorizadas pela no plano de ação.

O Alto da Olaria, por exemplo, terá o sistema de abastecimento ampliado, e a comunidade João Paulo II terá a estação elevatória adequada. No caso da comunidade Cidade de Deus, a companhia está realizando um diagnóstico com o intuito de propor ações para melhorar o abastecimento do local. Trabalho semelhante ainda será executado no Alto da Maternidade e no Loteamento Nossa Senhora das Graças.

Referente à captação, a Compesa informou que colocará uma tela aramada para dificultar o acesso de vegetação/sujeira aos equipamentos, com a intenção de diminuir o desligamento das bombas por este motivo.

Bonança deve ganhar um projeto que inclui ampliação da ETA, adequação e ampliação da rede de distribuição e construção de um reservatório. A companhia também enviou para processo licitatório, a obra que irá ampliar a capacidade de transporte da adutora de água bruta do sistema de Bonança. Já para o distrito de Massaranduba, um projeto visa para perfuração de um poço raso, com cerca de 40 metros de profundidade, previsto para ter uma vazão aproximada de 5m³ por hora.

Esgoto Além do abastecimento de água, a atenção volta-se para o esgotamento sanitário na cidade. As obras estão em fase de conclusão e deverão ser entregues até o final do ano. Segundo a companhia, cerca de 90% do município terá cobertura de esgoto, o que vai permitir a recuperação do Rio Jaboatão, que hoje tem alto índice de poluição. O projeto contempla a construção de cinco Estações de Tratamento de Esgoto (ETE), três em Moreno centro, uma em Bonança e outra na Vila Massaranduba.

As obras também incluem a instalação de ramais condominiais, emissários e redes coletoras. Moreno é uma das cidades contempladas com a Parceria Público-Privada (PPP), que está em fase de estudos e é destinada à expansão do esgotamento sanitário nas cidades da Região Metropolitana do Recife.
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.