Um ano depois o que mudou?

Data: 09/06/2006 | Hora: 16:59 | Por: Leonardo Rodrigo


Quem viveu aqueles momentos do dia 2 de junho de 2005 com certeza não irá esquecer tão cedo. Centenas de pessoas foram atingidas com a cheia do Rio Jabotão, que naquela tarde chegou a quase 10 metros de altura em relação ao seu leito normal. Casas foram destruídas pela força da água, muitas que conseguiram ficar de pé tiveram que ser demolidas devido aos estragos em sua estrutura. Ruas como uma no Tamboatá tiveram o pavimento destruídos. O mesmo aconteceu com as pontes que atravessam o rio.

Passado um ano muita coisa ainda tem que ser recuperada, e o pior é que uma nova e intensa estação de chuvas esta prevista até o mês de agosto. Familias continuam alojadas em abrigos da prefeitura. Das novas casas que o município esta construindo apenas oito foram entregues em abril as familias de desabrigados. Outras tinham previsão de entrega em maio, mas a data foi adiada. Enquanto alguns esperam pela nova casa, outros aguardam pelo menos uma ação do governo municipal. Ruas e pontes precisam ser recuperadas ou até mesmo reconstruídas. Como é o caso da rua Antonio Francisco, no Tamboatá. Uma das vias por onde passava a linha N. Sra da Conceição/Jaboatão e hoje encontra-se intrasitável. Prejudicando os moradores do bairro da Liberdade e Matadouro.

Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.