Clima tenso na Câmara por conta do parecer do TCE

Data: 27/09/2011 | Hora: 12:19 | Por: Leonardo Rodrigo


O clima anda tenso na Câmara Municipal do Moreno após reunião que votou o parecer das contas da Prefeitura. No primeiro encontro dos parlamentares, que aconteceu terça (27), após polemica votação, era perceptível o clima de revanchismo no ar. A disputa entre a oposição e os aliados da PMM teve seu ponto mais alto com uma acalorada discussão entre Marcelo Bruno (PHS) e Manoel Bizarro (PV).

Tudo começou quando o vereador Romero Arcoverde (PRP) estava explicando seu requerimento, no qual pedia a instalação de uma agência comunitária dos Correios em Massaranduba. No momento que Romero afirmou que o povoado, localizado a 10km de Bonança, era esquecido pelo poder público ele foi interrompido pelo petista Ubirajara Paz.

Ubirajara pediu a questão de ordem afirmando que Romero estava desviando o assunto do requerimento. O petista ainda foi para bancada dizer que ele já lutou muito por Massaranduba. Romero retruncou afirmando que não havia citado o nome do colega, mas que o povoado espera há anos pela regularização fundiária do local.

Nesse momento, Marcelo Bruno pediu que o presidente Pedro Mesquita (PMDB) não deixasse que houvesse tal interferência, pois o assunto poderia ser discutido na próxima reunião durante o grande expediente e citou o exemplo de Bizarro (PHS), que momentos antes tinha também tinha discursado e teria saído do foco do tema.

Se o clima já era tenso, com isso a temperatura subiu de vez. Os dois começaram um bate boca até então nunca visto nessa legislatura. Ambos, com os dedos em riste se acusaram mutuamente, inclusive um chamando o outro de canalha e dando tapas na mesa. Com a situação, o presidente resolveu suspender a reunião. Foi o momento que a turma do deixa disso entrou em ação, levando os parlamentares para suas salas, respectivamente.

A tensão deve continuar nas próximas reuniões, pois a Câmara esta dividida em relação as contas 2006 do governo municipal, metade diz que estão aprovadas enquanto que a outra fala que não. Esse barulho ainda vai ecoar ainda por muito tempo.
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.