Sai edital de barragem em Moreno

Data: 09/11/2011 | Hora: 12:47 | Por: Assessoria Compesa.


De uma só vez, a Compesa iniciou o processo de licitação para a execução de quatro grandes obras de abastecimento de água, um investimento superior a R$ 200 milhões, com recursos do Governo do Estado e do Governo Federal. Os editais foram publicados esta semana no Diário Oficial do Estado. As obras incluem a construção da Barragem Engenho Maranhão, em Ipojuca, a construção da Barragem Engenho Pereira, em Moreno, a implantação do sistema adutor de Vitória de Santo Antão e a implantação do Sistema Produtor de Sirigi, na Mata Norte do Estado.

Segundo o presidente da Compesa, Roberto Tavares, este é mais um conjunto de obras prometidas pelo Governador Eduardo Campos para resolver o problema de falta de água em Pernambuco. A previsão do presidente é iniciar as quatro obras ainda no primeiro trimestre de 2012.

O presidente lembrou que nos últimos quatro anos o governo do Estado, por meio da Compesa, já investiu R$ 1,3 bilhão em obras de água e esgoto. Somente no ano passado, foram R$ 550 milhões, fazendo com que a Compesa tenha sido uma das quatro empresas do setor que mais investiu no Brasil. “Os novos projetos demonstram claramente que o governo está focado na questão do saneamento em Pernambuco e que a luta por recursos para novas obras irão continuar”, afirmou Tavares. Segundo ele, está havendo uma verdadeira revolução na questão da água no Estado, um bem essencial para a melhoria da qualidade de vida das pessoas e para gerar o desenvolvimento econômico das cidades.

Em Ipojuca, um dos roteiros turísticos mais procurados no Litoral Sul, será construída a Barragem Engenho Maranhão, que contará com um investimento de R$ 50 milhões. O manancial atenderá várias praias, além do Complexo Portuário e Industrial de Suape. A obra contemplará toda a área que vai de Toquinho à Praia do Paiva, incluindo Nossa Senhora do Ó, Sirinhaém e Porto de Galinhas. Cerca de 150 mil pessoas serão beneficiadas diretamente. A barragem será construída no próprio Rio Ipojuca.

Já em Moreno, a Compesa realizará diversas obras, entre elas, a construção da Barragem Engenho Pereira, que visa conter inundações e ainda reforçar o abastecimento não só de Moreno, como também de Vitória de Santo Antão, Jaboatão dos Guararapes e outras cidades vizinhas. Serão investidos R$ 35,7 milhões. A barragem será construída no Rio Jaboatão e terá uma capacidade de acumular cerca de 44 milhões de metros cúbicos de água.

A Compesa também investirá R$ 46 milhões na implantação do Sistema Adutor de Vitória, a partir da Barragem Tapacurá, para o reforço do abastecimento de Vitória de Santo Antão e do distrito de Bonança, em Moreno. Também está prevista uma pequena vazão para a cidade de Pombos, no Agreste. A obra, que beneficiará cerca de 191 mil pessoas, prevê a implantação de 27 quilômetros de adutora.

E para reforçar o abastecimento de oito cidades da Mata Norte, a Compesa investirá R$ 70 milhões na implantação do Sistema Produtor de Sirigi. As obras irão beneficiar Vicência, Buenos Aires, Aliança, Itaquitinga, Condado, Machados, São Vicente Férrer e Macaparana. A obra irá resolver o problema que ocorre no verão, quando a maioria dos rios da Mata Norte baixam, tornando as cidades dependentes do regime de chuvas.
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.