Professores municipais realizam mais um protesto por falta de pagamento

Data: 17/10/2012 | Hora: 17:37 | Por: Leonardo Rodrigo


Mais uma vez, os professores da rede municipal de ensino realizaram um protesto em frente a sede da prefeitura, no centro de Moreno. O ato aconteceu na manhã desta quarta, dia 17. O motivo é o mesmo de outras manifestações que ocorreram em meses passados: o atraso nos pagamentos dos salários. O sindicato da categoria (Sinpremo) também reclama que o repasse da taxa sindical não esta sendo feito pela administração.

Segundo eles, o atraso no pagamento dos salários chega a mais de 15 de dias. E essa situação tem feito com que a maioria dos educadores deixe de honrar seus compromissos e dívidas. Pagando multas e juros. "Parece o fim do mundo em Moreno, o caos na educação, na saúde. Até a coleta de lixo não existe na cidade. Onde vamos parar?" questionou Elizângela Costa, presidente do Sinpremo.

O protesto contou com a participação de servidores de outras secretarias e cidadãos que também estavam indignados com outras situações na cidade. Por exemplo, Bernardete, que é moradora da Galinha Dágua, usou o microfone para reclamar da situação do local onde mora que está "tomada pelo lixo acumulado", resultado da paralisação no serviço de recolhimento da PMM.

Fernando do Sisemo (Sindicato dos Servidores Municipais de Moreno), repassou a informação que a secretaria de administração confirmou o pagamento para hoje (17), e que os servidores deveriam ficar atentos ao crédito do salário em suas contas. "Afirmar que os problemas nos salários é por conta da redução do FPM (Fundo de Participação dos Municípios) é uma desculpa esfarrapada!" exclamou Fernando.

Arrombamento - Durante a manifestação, uma das integrantes do Sinpremo repassou a informação de que a Escola Municipal Souza Veras localizada no bairro da Nossa Senhora das Graças, foi arrombada pela terceira vez. Mais uma vez, equipamentos eletrônicos foram levados. Segundo ela, o secretário de educação limitou-se apenas a dizer que não tinha o que fazer, pois não tinha guarda municipal para tomar conta do local.
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.