Estudante morenense recebe medalha na Olimpíada de Matemática

Data: 17/08/2017 | Hora: 12:28 | Por: Folha de Pernambuco


A matemática às vezes é tratada como bicho-papão, mas não para os alunos que participaram da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (Obmep). Na última terça-feira (15), estudantes de escolas municipais, estaduais e federais de todo o Estado participaram da solenidade de premiação da 12ª edição das olimpíadas, realizada em 2016, que resultou em 75 medalhas para jovens de Pernambuco, entre ouro, prata e bronze, além de menções honrosas.

As homenagens também se estenderam a 24 professores, 29 escolas e dois municípios de Pernambuco, Quixaba e Brejinho, que se destacaram na OBMEP. Realizada no Centro de Convenções de Pernambuco, a cerimônia contou com a presença do Secretário de Educação, Fred Amâncio, e do Governador Paulo Câmara. "Motivar nossos alunos a estudar a matemática, assim como todas as matérias, é fundamental", pontuou o governador.

"A gente tem que parabenizar os professores, os alunos e os pais, que também são fundamentais nessa trajetória, e pedir a eles que continuem a acreditar, estudar e a realizar sonhos a partir do próprio esforço." Também participaram do evento o deputado federal Danilo Cabral; o representante da Sociedade Brasileira de Educação, Paulo Figueirêdo; o coordenador regional da OBMEP, Vicente de Souza Neto; e o reitor da Universidade Católica de Pernambuco, o padre Pedro Rubens.

Os alunos que ficaram na categoria ouro deverão receber a própria medalha em evento nacional, ainda sem data, na cidade do Rio de Janeiro. Um deles é Bruno Henrique Costa Lima, da Escola Dr. Adilson Bezerra de Souza, em Santa Cruz Do Capibaribe, Agreste do estado. Vindo de família humilde, Bruno vai sair do estado pela primeira vez. As despesas serão pagas pelo Instituto Nacional de Matemática Pura e Aplicada (Impa) e a Obmep.

"Foi uma conquista ganhar o ouro, eu nem imaginava", contou o rapaz, de 14 anos. Cursando o oitavo ano, ele foi o único representante da escola a receber uma condecoração. "Em 2015 eu ganhei prata e eu fiquei feliz com isso. Ano passado consegui o ouro, ou seja, estou doidinho, né. Foi legal ganhar". O professor de Bruno, Ismael Quirino de Almeida não se impressiona com a conquista: "Ele é bom em tudo", conta satisfeito. Ismael, responsável por cadastrar a escola onde leciona, afirmou que 1.500 alunos na Dr. Adilson Bezerra De Souza foram inscritos, mas só Bruno recebeu este destaque. "Ele tem muita facilidade e gosta de aprender."

A Obmep produz e distribui material didático e oferece bolsas de iniciação científica aos estudantes que participam da competição. "Ganhei algumas oportunidades na faculdade, concorri a bolsas e participo agora do PIC, que é o Programa de Iniciação Científica patrocinado pela Obmep, que está me ajudando a expandir a matemática além dos cálculos", conta Matheus Henrique Severino Da Silva, ganhador da medalha de prata na Olimpíada de 2016. Ele estudava na Escola Cardeal Dom Jaime Camara, na cidade de Moreno, Região Metropolitana do Recife. Hoje, o jovem de 17 anos curso licenciatura em matemática na Universidade Federal Rural de Pernambuco (UFRPE).

"Desde pequeno, eu gostava muito de matemática, mas não ligava muito para a prova da Obmep porque não sabia o que poderia ganhar depois da segunda fase", lembra. Além de desenvolver o PIC, a Olimpíada também prepara 30 medalhistas de ouro para competições internacionais anualmente. A 13ª edição da Obmep contará com a inserção de alunos de escolas privadas na disputa. A competição já teve a primeira fase realizada e terá conclusão no dia 16 de setembro de 2017.

Fotos relacionadas
Para visualizar, clique na imagem abaixo.
Comentários sobre o texto
Os comentários abaixo não expressam necessariamente a opinião do leoecia.com

Seja o primeiro a comentar sobre este texto!
Faça seu comentário
Atenção fique atento as normas para postagem de comentários:
- Este espaço é para o livre debate única e exclusivamente sobre o assunto abordado no texto.
- Qualquer comentário que seja ofensivo, ou tenha termos pejorativos relação a uma pessoa ou instituição, que notadamente o endereço de e-mail informado durante a postagem não seja de servidor válido ou que o comentário esteja fora do contexto da abordagem, poderá ser vetado pelo responsável do site.
- Os endereços de e-mails que não estejam cadastrados no nosso sistema estarão sujeitos a avaliação de seu conteúdo.
- Para os e-mails cadastrados no site, também estão sujeitos aos itens acima mencionados.
- O uso de vários por uma mesma pessoas em várias postagens numa mesma sessão, também estará sujeita ao veto.
- Ao clicar no botão ENVIAR abaixo, você estará concordando e ciente dos termos acima.
Nome:
E-mail:
Comentário:
Código:
4136u
Repita o código acima:
Contador:
Leonardo Rodrigo, leoecia.com - 1998/2014. © Todos os direitos reservados.